As perdas que partilhamos

(…) vamos nos comprometer a perguntar aos outros, “Você está bem?” Por mais que possamos discordar, por mais distantes fisicamente que estejamos, a verdade é que estamos mais conectados do que nunca por causa de tudo o que suportamos individual…