fala sobre livros

Resenha | Por Uma Noite Apenas – Letícia Kartalian

O barco precisa ser remado, não dá pra deixá -lo por conta ou você não tem controle sobre onde ele te levará.

Por uma noite apenas é mais um dos livros da Letícia que me deixam de coração quentinho e me fazendo ter vontade de escrever coisas românticas (mesmo que eu falhe miseravelmente nisso).

PUNA vai trazer a história de Branca, uma mulher quase na casa dos 40 que perdeu o marido Eric e que desde então se vê enlutada e cheia de perguntas sendo que ela sabe muito bem o lugar onde essas respostas estão.

E esse lugar é um bar irlandês no meio de Santos (sim, a história se passa em São Paulo!). O Fooley’s foi um projeto de Eric e, que veio de um sonho de família e que com muita luta se tornou uma referência. A política de lá é que o cliente sempre volte e se sinta bem. Claro que as respostas de Branca não é literalmente o bar, mas quem está atualmente no comando dele. Benjamin, o irmão de Eric.

Você não aceita tudo o que te dizem sem uma resposta, sem questionar, sem ir atrás. Você não aceita mais ser inferiorizada. Não como antes.

Ben tá na casa dos 30 e pegou as rédeas do Fooley’s após o falecimento do irmão. Ele e Branca sempre se deram muito bem, mas a ligação dos dois parecia querer atravessar barreiras que não deveriam ser atravessadas. O que acaba fazendo eles ficarem distantes por um bom tempo até Branca ir até lá de novo.

Por Uma Noite Apenas é uma história diferente dos outros dois livros que li da Letícia (vou trazer as resenhas de ambos essa semana #promessa). Ele é mais curto, mas também muito direto e maduro. Confesso que quando eu percebi que linha da história de Branca e Benjamin me veio um certo incômodo, mas a Letícia trabalhou bem essa situação cunhados que se gostam hahaha. Não ficou gratuito, nem feio. Não é uma coisa só de atração física, vai além e ao longo da leitura você compreende isso.

PUNA no meu ponto de vista fica ali na categoria dos New Adult mais maduros e eu achei um máximo a diferença de idade ser um assunto a ser tratado e ter essa diferença porque eu mesma leio pouquíssimos livros onde a mulher é mais velha.

E isso traz um ponto bem importante do livro: maturidade. Você não vai ver o tipo de conflito que encontramos em YA, todo aquele drama que a gente ama, mas com certeza não quer encontrar numa história como PUNA. Como eu disse, as coisas são diretas, nada de enrolação desnecessária. Branca é uma mulher que já passou por muito na vida e agora ela entendeu que precisa tomar posse da própria vida. Benjamin é um personagem que também já perdeu muita coisa e entende a importância de cuidar e esperar, mas também agir quando é necessário. Eu não tive um apego 100% com os protagonistas, mas isso não me impediu de gostar da leitura.

Alguém em quem possa confiar , alguém que se importe e você queira ter do lado não pra se sentir feliz ou completa, mas por estar feliz e completa e querer dividir (…) Tu merece o amor mais profundo, maduro e consciente que existir.

E apesar da história se passar em Santos, temos bastante da cultura Irlandesa considerando a descendência de Benjamin. Tanto que o Fooley’s é um bar irlandês. Adorei essa mistura de lugares!

Por Uma Noite Apenas é uma leitura rápida, mas que discute pontos importantes como relacionamentos onde uma das partes não é priorizada, o que acaba levando essa pessoa a se diminuir por muito tempo; luto; superação de barreiras culturais e sociais e paciência, muita paciência. Foi uma leitura gostosa e reflexiva.

Você encontra PUNA na loja Kindle e tá disponível para leitura no Kindke Unlimited caso você tenha a assinatura!

9 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *