Resenha | O Bracelete Misterioso de Arthur Pepper

Existe passado do amor da sua vida antes de você conhecê-lo(a)?

O Bracelete Misterioso de Arthur Pepper traz a história de Arthur, ele é um senhor de 69 anos que perdeu a esposa Miriam há um ano. O livro começa nesse aniversário de morte, ele decidiu limpar o guarda roupa dela para tentar seguir em frente, coisa que não tem conseguido fazer.

Não dá pra você impedir as pessoas de fazerem o que quiserem, se elas realmente quiserem fazer aquilo. Vai ver que ela achava que a vida dela antes de você já não era importante. Às vezes, quando você viveu um capítulo da sua vida, não quer mais olhar pra trás.

Seus filhos, Lucy e Dan, estão cada um vivendo sua vida. Ela é professora e tem seus próprios problemas, ele vive na Austrália e não se lembra de ligar. Arthur se sente solitário, depois de 40 anos de casamento e os filhos parecem não fazer mais parte de sua vida. O que lhe sobra são grupos de apoio – que ele detesta; a vizinha enxerida, Bernadete, que aparece com inúmeros pratos e parece vê-lo como um caso perdido, então ele foge dela como diabo foge da cruz e a rotina.

Enquanto limpa as coisas, Arthur descobre uma caixa de coração enfiada em uma das botas de Miriam e o seu conteúdo é mais surpreendente ainda. Uma pulseira – estilo Pandora – de ouro, cheia de lindos e trabalhados pingentes. Ele logo de cara repara que nunca a tinha visto e que não parecia fazer o estilo de Miriam. O pingente que chama mais sua atenção, um pequeno elefante com uma esmeralda, ele encontra um número.

E nisso ele acaba ligando para alguém na Índia e abrindo portas para o passado que ele desconhecia de sua falecida esposa.

O livro então vai narrar a jornada de descoberta de cada um dos 8 pingentes e isso vai levá-lo a enfrentar tigres, visitar uma loja de vestido de noiva, ir até a casa de um escritor famoso e muito mais.

Talvez eu também tenha ficado preso numa piscina de pedra, pensou. Preciso estar no mar, mesmo que seja assustador e desconhecido. Se não fizer isto, vou secar e morrer.

Baixei O Bracelete Misterioso de Arthur Pepper na loja Kindle de graça, já que algumas editoras como a Rocco e autores tem liberado seus títulos por conta da quarentena. Baixei sem saber do que se tratava, e eu jurei que seria um romance New Adult. Mas logo nas primeiras páginas fui pega de surpresa com um senhor viúvo de aventurando no passado da esposa.

O livro traz um confronto muito interessante: o quanto você conhece do passado da pessoa que você ama e o quanto você está disposto a deixá-lo pra lá? Durante a leitura, você se pega questionando as mesmas coisas que Arthur: mas por que Miriam abriu mão dessa vida tão diferente da que ela viveu? Por que em 40 anos de casamento ela não compartilhou nenhuma dessas histórias com Arthur? E no final do livro, você é respondido satisfatoriamente. As dúvidas são sanadas – talvez não do jeito que você espere – e você leva uma lição de vida.

Quantas coisas a gente perde no presente por ficar o tempo inteiro relembrando do passado, ou quanto a gente perde no presente e futuro por pensar “se eu tivesse feito isso lá atrás como eu estaria hoje?”.

Arthur foi um personagem excêntrico nas suas rotinas, mas também extremamente cativante ao tentar conhecer o que não conhecia de Miriam. Ele se mostrou um personagem livre de preconceitos e disposto a ouvir. E até engraçado. Gostei muito dele. E Miriam! Vivemos de lembranças dela, mas foi incrível conhecer sua vida. E quem ela era. E quem ela se tornou por conta das suas vivências.

É um esforço para que eu não viva no passado e dê pequenos passos em direção ao futuro. Não quero esquecer o passado, apenas continuar caminhando.

Os personagens secundários também são ótimos. Bernadete é tão rápida que você mal a acompanha, seu filho Nathan se mostra alguém profundo em determinado momento e eu amei isso! Lucy é um anjo! E Mike e a outra Lucy tem todo meu coração.

Todos os personagens apresentados são utilizados, nenhum deles é esquecido e eu achei isso sensacional! É muito difícil encontrar livros que apresentem vários personagens e eles serem todos úteis no decorrer do enredo e eles todos serem de alguma forma contemplados ao fim da leitura.

O livro é narrado em terceira pessoa. E foi uma experiência maravilhosa! Realmente é uma história necessária, que traz algo que eu não vejo muito: idosos – bem que minha professora de desenvolvimento adulto falou que com a disciplina os idosos iam ressurgir pra nós rs – e um idoso no processo de luto, depois de um longo e feliz casamento descobrindo coisas que nunca imaginou da esposa. É algo muito diferente e bem trabalhado. Eu amei o livro!


Você pode comprá-lo aqui e também pegar ele gratuitamente para o Kindle, enquanto estiver disponível!

Ana Gabriela

6 comentários em “Resenha | O Bracelete Misterioso de Arthur Pepper

  1. Oi Ana!

    Menina quando eu li 69 anos em sua resenha eu logo fiquei interessado na leitura, é tão raro encontrar leituras em que o protagonistas seja alguém idoso, eu sempre me interesso por essas leituras porque no fim esse é o nosso destino não é mesmo? Mas claro que terminei de ler a resenha e fiquei ainda mais fascinado pela história e sua premissa e me deu ainda mais vontade de ler ele. Pelo título e capa eu nunca que iria me interessar/ler esse livro, mas sua resenha me deixou muito interessado pela leitura!! Obrigado pela dica!!

    Beijos!
    Eita Já Li

  2. Olá,
    Eu gosto de livros com personagens mais velhos, acho que eles trazem toda uma coisa de experiência de vida muito legal de se acompanhar. Na maioria das vezes prefiro livros em terceira pessoa, então sua resenha me animou em ler.

  3. já tinha visto esse livro no época do lançamento mas não me recordava da premissa e confesso que é uma obra que me deixou curiosa, não somente por ser um senhor mas pelo momento e os significados que isso me traz.

  4. Realmente, conheço pouquissimas leituras que abarcam idosos na narrativa e isso é tao importante! Não conhecia a história mas vou aproveitar o final de semana para dar uma conferida, espero gostar tanto quanto voce! O enredo me parece todo diferentão e isso é maravilhoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo