Resenha | Eu Terei Sumido na Escuridão – Michelle McNamara

O assassino não identificado está sempre girando uma maçaneta atrás de uma porta que nunca se abre. Mas seu poder se evapora no instante em que descobrimos quem é.

Página 105

Eu Terei Sumido na Escuridão é uma não-ficção “póstuma” da autora Michelle McNamara. Em noites de insônia, Michelle, começou a investigar o caso do Estuprador da Área Leste ou Assassino do Golden State (durante o livro muitos outros apelidos vão ser apresentados), ele estuprou mais de 50 mulheres e matou mais de uma dezena de pessoas durante VÁRIOS anos em que ficou livre. Pra vocês terem noção, os crimes do Assassino do Golden State pararam em 1986 e só em 2018 que ele foi preso, ficou basicamente 30 anos escondido em pele de cordeiro. O nome do Assassino do Golden State? Joseph DeAngelo.

Ontem, dia 29/06/2020, Joseph se declarou culpado por seus crimes para evitar uma pena de morte. 34 anos depois, alguma justiça aconteceu e o que ajudou a finalmente encontrarem Joseph foi a investigação privada que Michelle fez ao longo dos anos. DeAngelo é um ex-policial acusado de 13 homícidios, 12 raptos para cometer roubos. Também tinham 62 acusações de estupro e rapto que ele é suspeito, mas os crimes prescreveram, então ele não é julgado por tais.

O livro vai mostrar o ritual de investigação não só de Michelle, mas da própria polícia durante esses anos, ela conseguia arquivos e construía suas próprias teorias, e muito do que ela encontrou foi o que ajudou quando encontraram Joseph, muitas das informações que ela conseguiu bateram com a realidade.

É assim que termina para você. “Você ficará em silêncio para sempre, e eu terei sumido na Escuridão”, foi como você ameaçou uma de suas vítimas há muito tempo. Abra a porta. Mostre-nos seu rosto. Caminhe para a luz.

página 318

O livro é sim muito bom, inclusive a parte que tiveram que fazer pela autora, já que Michelle faleceu em 2016. Dois anos e dois dias depois, DeAngelo foi preso. Ela não pôde ver seu trabalho realmente ter impacto na prisão de um assassino tão frio. A análise dos dados da perícia, psicológicos tudo é apresentado pro leitor. Só achei que em alguns momentos – apesar da linearidade – os dados apresentados eram repetitivos, ou pelo menos pareciam. Talvez a ideia da narrativa fosse mostrar que foi MUITO complicado encontrar esse cara, e que demorou bastante tempo, mas me incomodou um pouco essa “falta de dinâmica”.

Mas no geral, o livro é bem importante, não só pelo fato da pesquisa ter ajudado a encontrar o culpado, mas pela informação que ele traz. Porque antes do livro eu nem sabia da existência desse cara e olha que eu leio muito sobre esse tema. Michelle era realmente apaixonada por isso e ela queria descobrir a verdade pra trazer alívio para as vítimas que sobreviveram e pra família das vítimas que não.⠀

E pra ela mesma, que acompanhou esse caso durante tanto tempo, despertada por uma lembrança da juventude e decidiu começar a investigar serial killers. Coisas incríveis e ÚTEIS podem acontecer se você abraça uma causa. A dela foi essa, e ela cumpriu bem o papel.

Se você curte a temática investigativa no âmbito real, esse é um livro muito bom, mesmo com a sensação de repetição e lentidão que eu tive lendo. Muito válido!

Um documentário sobre o caso com base no livro será lançado esse ano pela HBO. Confira o trailer absixo.

Ana Gabriela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo