Resenha | Diana, sua verdadeira história. Em suas próprias palavras

Ela não precisava de um título da realeza para continuar a espalhar sua magia particular.

Charles, irmão de Diana em seu discurso fúnebre.

Lendo esse livro tudo o que eu queria fazer era abraçar a Diana. Porque parece que isso era tudo que ela precisava.⠀

“HIV não torna as pessoas perigosas para conhecê-las. Você pode apertas suas mãos ou dar abraços. Deus sabe que eles precisam.” Diana quebrou um tabu e foi MUITO criticada a época porque ela visitou um hospital e abraçou e cumprimentou todos os pacientes com HIV de uma ala. Ela quebrou protocolos reais também.

Diana foi jogada na vida real sem nenhum preparo, sem nenhuma ajuda. Ela era uma mulher menina doce, ansiosa pra amar e ajudar que necessitava, mas se viu perdida e muito solitária em grande parte da sua vida e principalmente como membro da família real. E se seu mairdo não é o Harry, atualmente, a situação é bem similar nas paredes do palácio.

Quando encontrou seu caminho e propósito trabalhou ardentemente nisso, mesmo com todos os obstáculos que a vida real a impunha. Foi atrás de causas como a AIDS, saúde mental, os pobres, os doentes, menos favorecidos. Todos aqueles esquecidos e considerados tema tabu na sociedade. Ela abraçou a causa e as pessoas.

Sempre fui diferente. Sempre tive essa sensação de que era diferente. Não sei por quê. Não conseguia sequer falar sobre isso, mas estava lá, dentro de mim.

[Por que você acha que eles te vêem como uma ameaça?] Acho que toda mulher forte na história passou por um processo similar e eu acho que é a força que causa o medo e confusão. Por que ela é forte, de onde ela tira essa força, onde ela vai com essa força? Onde ela vai usar?

Uma mulher fenomenal que morreu cedo demais. Foi perseguida demais e sofreu demais, mas mesmo assim amava. Conheçam mais da Diana, além da lenda que ela se tornou. Conheça a história por trás dos sorrisos inocentes que ela dava para os fotógrafos.⠀

A biografia teve ajuda de Diana, apesar de na época de seu primeiro lançamento ela não poder ter assumido isso, então são Diana e amigos próximos falando sobre sua batalha contra a bulimia, depressão, tentativas de suicídio e contra a gaiola que existia na família real e em seu casamento infeliz. E claro, a mídia que a assediava.

Conheça o legado da mulher que sem dúvidas, tentou mudar a monarquia britânica, colocando propósito e sinceridade nos trabalhos feitos por eles. Não que isso resista até hoje, mas ela tentou. E funcionou com um dos filhos. Me identifiquei muito com as batalhas travadas por Diana dentro da sua cabeça e a sensação de solidão.⠀

❝[…] Sentia-me como um carneiro sendo levado para o sacrifício. Sabia disso e não podia fazer nada a respeito.❞

Sobre o dia do seu casamento com Príncipe Charles. O quarto no qual Diana foi colocada na noite anterior era virado pra rua e tinha muita gente gritando. Ela não conseguiu dormir. Ela sentiu que foi de propósito.
[Você se vê sendo Rainha desse País?] Eu gostaria de ser a Rainha do coração das pessoas, no coração delas.

Diana dizia que estava tentando mudar sutilmente a monarquia pelos filhos. Se não fosse a infeliz experiência fracassada do casamento de Diana e Charles – feito sem amor (por parte dele) e por puro compromisso com a família real – hoje não existiria a possibilidade do filho ter casado por amor. Graças aos céus que o Harry aprendeu direitinho como ser humano decente com a Diana!

Ela ansiava tanto por mudança e modernidade na família real… Não sei se hoje ela teria elogios a fazer. Porque aparentemente, eles não aprenderam nada. Tenho certeza que ela deve ter orgulho de como Harry faz a diferença e levou em frente seus trabalhos.

Vida longa ao legado de Diana Spencer, a Princesa do povo.

Minha própria e única explicação (para o tratamento que ela recebeu da mídia) é que a bondade genuína é uma ameaça para aqueles que se colocam do lado oposto do espectro da moralidade. É algo a ser lembrado que, entre todas as ironias a respeito de Diana, talvez a maior delas seja – uma moça que recebeu o nome da antiga deusa da caça foi, no fim, a pessoa mais caçada da modernidade.

O irmão de Diana no discurso fúnebre, cheio de indiretas e palavras sinceras sobre a família real britânica. Qualquer semelhança com a atualidade NÃO é coincidência.
Diana em 1997 em um campo minado em Angola. Harry em 2019 no mesmo campo, recriando o caminho que sua mãe fez. O projeto para destruir esses campos começou com a Diana, já que ele ameaça a vida das pessoas e Harry continuou também, esse legado.

Ana Gabriela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo