[Poesiando] Vem amar, menino

Abre teus braços menino, 
Pois preciso de um lugar para repousar
E que lugar melhor seria
Se não os braços de quem você está à amar 
Pergunto-me noite e dia onde e quando vens me buscar
Para um passeio a luz da lua darmos
De mãos dadas a caminhar 
Vem depressa pois tenho urgência
Do teu sorriso, cheiro e afago. 
Corre para me encontrar
Meus olhos estacionados estão na janela
Na espera de te ver chegar 
Para as aventuras que existem nesse tal de amar.

Ana Gabriela

5 comentários em “[Poesiando] Vem amar, menino

  1. Adorei o seu blog Ana. O bom é que além de crônicas, você também escreve contos e poesias. E escreve bem, não fosse algumas pequeninas falhas em nossa gramática. Mesmo assim, parabéns. Estou seguindo.
    verdadesdeumser.blogspot.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo