[Cronicando] O Jogo Não Acabou

     
      
      A vida nos prega tantas peças. Ela é tão imprevisível. Uma hora estamos rindo com nossos amigos e na outra podemos estar chorando perguntando o por quê dela ser tão complicada. E às vezes, a busca por essa resposta é tão árdua e dolorida que deixá-la é mais simples.
         Mas será mesmo mais simples?
       Todos temos dificuldades pra enfrentar. Não vai ser fácil, mas desistir nunca vai ser a melhor opção. A vida é um desafio e cada dia nos capacita pro outro. Não seja vítima de si mesmo.
      A maioria de nós, seres humanos, escondemos nossa tristeza com uma gargalhada, com um sorriso bonito em que dizemos: estou bem. E isso faz com que nossas mais profundas dores permaneçam ali, escondida dos olhares. 
      A verdade é que todos temos dores, problemas, dilemas, mas o lado bom disso é que temos alguém pra compartilhar. Mesmo que você ache que não tem. Ninguém é obrigado a ficar sofrendo sozinho à ponto de criar uma zona de conforto nessa dor. Isso sim é péssimo e mais doloroso ainda. Não crie desculpas pra não estar perto de gente que quer te ajudar. Os amigos não são só para sorrisos. E uma dica, seja amigo também, SE ajude. Vamos tomar nota disto.

Ana Gabriela

17 comentários em “[Cronicando] O Jogo Não Acabou

  1. Gabriela, não posso deixar de comentar o quanto amo suas crônicas, tu escreve muito bem menina!
    Sério, parabéns, quando crescer quero escrever assim haha
    Beijos, e novamente parabéns, tu tem muito talento!

  2. Oi xará, que post mais lindo. Foi um tapa na minha cara, porque sou exatamente como você diz pra não ser. As vezes um tapa faz bem, pra acordar! (desde que ele seja uma metáfora, hahaha)
    beijos.

  3. Pois é, entendo tudo que você falou na crônica. As vezes eu me distancio muito dos meus amigos, ou por trabalhar demais, ou por causa de um romance e depois quando as coisas começam a dar errado eu simplesmente não tenho ninguém para recorrer e acabo ficando muito mal.
    Parabéns pelo blog!!
    Eu indiquei você para uma TAG, se você quiser participar é só dar uma olhada aqui e ver as regras: http://querfalardelivros.blogspot.com.br/2014/10/tag-liebster-award.html
    Beijos!

  4. Essa é a segunda crônica sua que eu leio 🙂
    Já te disse que amei sua forma de escrita , bem simples e ao mesmo tempo bem feita. Quanto ao conteúdo , eu penso que ás vezes é bom mesmo procurar alguém com quem a gente possa contar, mas muita das vezes na hora do desespero há quem jogue seus problemas à ouvidos alheios que em nada podem ser úteis e isso é tão ruim quanto guardar pra si …

    Abraços
    Ana Carolina Lopes

  5. A vida nos traz muitas dificuldades, mas eu como boa católica que sou, apenas acredito que Deus não nos da cruzes para carregarmos que não aguentemos. São "cruzes" que usaremos no futuro em algum momento da vida, seja num aprendizado ou em um desafio.

  6. Concordo totalmente com vc, Ana Gabriela.
    Em nossas vidas sempre haverá problemas, mas cabe a nós não ficarmos na zona de conforto. Ajudar a nós mesmos é ponto principal. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo