escreve,  Meghan,  sobre a vida

Difíceis escolhas

Tem uma frase do décimo segundo Doutor em Doctor Who, interpretado pelo incrível Peter Capaldi em que ele fala “Algumas vezes, as únicas opções que temos são ruins, ainda assim, você precisa escolher.” E essa é a mais pura e dura realidade da vida.

Quanto mais eu penso na situação que fez Harry e Meghan se afastarem por completo dos deveres reais, mais eu fico devastada com quão injusto e ruim isso é. Mas é a única opção.

Imagine você crescer numa instituição que não protegeu alguém que você amava; essa pessoa morre e você é considerado só um quebra galho. Depois de anos lutando contra seus próprios demônios, você se encontra. Se dedica e ama o que faz. E tem que carregar gente que só tem títulos para oferecer nas costas, mas faz porque é seu dever.

Aí você finalmente encontra alguém com quem você compartilha valores e paixões e quer passar sua vida com essa pessoa. E você espera que ela seja recebida com o mesmo amor e cuidado que você teve com outra que entrou na família. Mas adivinha? Isso não acontece. Muito pelo contrário. Não existe cuidado, apenas perseguição e olhos vidrados esperando as coisas darem errado.

Ou você sai disso tudo e perde algumas coisas fúteis ou você perde sua dignidade e valores pessoais.

A vida é cheia de escolhas difíceis, escolhas que você demora muito a fazer. Outras podem até ser difíceis, mas você tenta o máximo que pode para que não chegue ao extremo. Só que nesse processo, você perde o brilho no olhar, perde suas esperanças nas pessoas e nos lugares, perde a vontade de tentar fazer dar certo. Porque não importa o quanto você lute, você não consegue ganhar algumas batalhas porque elas não eram pra ter sido iniciadas pra começo de conversa.

Se alguma situação na sua vida chegou ao ponto, de que é você ou esse monstro que te consome, provavelmente isso poderia ter se resolvido com um pouco mais de atenção, cuidado e zelo. Sabe aquilo de sair da sua própria bolha existencial e perceber que o outro precisa de você. Mesmo que ele não consiga colocar em palavras ou que ele por conta de protocolos reais, não possa fazer isso por si. É o suporte de quem te rodeia que significa muito, mas não acontece em vários casos.

Levando então, ao ponto onde começamos esse texto: escolhas difíceis. Não é justo ter que sair de algo que você ama, e se dedicou para construir por conta da irresponsabilidade e falta de sensibilidade alheia. Não é justo perceber que o erro não é seu, mas mesmo assim, ser você quem tem que dar o passo pra fora.

E ainda que seja algo injusto e difícil de fazer, se está te fazendo mal, te fazendo ver tudo sem cor e te isolando de quem você é, o conselho que eu dou pra você – e pra mim mesma – é: dê o fora. Talvez a sua saída não precise ser tão grande quanto a dos Sussexes – indo para outro continente -, mas encontre a melhor maneira de você sair.

Não tem jeito melhor de destruir uma personalidade do que isolá-la.

Se não te cabe mais, não é mais pra você.

Se seu coração não é mais preenchido por cor e alegria, não é pra você.

Se te faz doer, não é pra você.

E talvez, um dia, isso tudo se resolva e você caiba novamente, veja cor, sinta alegria e não dor nisso. Mas a vida não foi feita só pra você chegar ao fim do dia e pensar “eu sobrevivi, vida que segue“. É pra você se sentir alegre com quem você é e o que você faz. Mesmo nos dias difíceis, você consegue encontrar consolo em algo. Você tem que crescer e prosperar. A vida é pra ser vivida, não é um teste de sobrevivência ou de quão persistente você consegue ser.

Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês’, diz o Senhor , ‘planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro. Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvirei.

Jeremias 29:11-12

Veja bem, não estou dizendo que as coisas tem que ser sempre muito fáceis e dadas na sua mão, mas elas precisam ser justas.

Que o meu coração e o seu encontrem o caminho certo para seguir. Que você seja guiado até a porta que te leve pra fora dessa situação que você têm vivido. E que esse novo lugar seja de conquistas e alegrias, mesmo nas dificuldades.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *