fala sobre filmes & séries,  seriados

5 Motivos para assistir Good Omens (Amazon Prime)

Good Omens estreou no dia 31 de Maio pela Amazon Prime Video e conta a história do anjo Aziraphale e do demônio Crowley. Cada um deles serve ao seu lado aqui no planeta Terra. Só que o julgamente final está cada vez mais próximo e o plano do Armagedon precisa ser colocado em prática. Só que nem Azira nem Crowley querem que o apocalipse aconteça pois ambos gostam muito da terra. O armagedon precisa de um representante, claro, e adivinha quem é? O anticristo, mas aqui as coisas envolvem bebês trocados, uma criança e um cachorro junto dos elementos já conhecidos das histórias do Apocalipse.

Vamos aos motivos (sem spoilers).

Aziraphale e Crowley

No príncipio

Não me importa se você acha que se trata de um BROTP ou de um OTP, a verdade é essa: esses dois são perfeitos um pro outro! Inclusive essa discussão rendeu lá no Twitter, viu? Muito macho nerd estressadinho por algo que é basicamente canon. Gaiman teve até que intervir, já que estavam sendo bem ofensivos com uma das meninas que eu sigo por lá, só porque ela aceita os dois como um OTP. Segue a Thread SENSACIONAL desse caso de Taynaro.

É muito interessante ver o crescimento do relacionamento de Azira e Crowley desde o início dos tempos trabalhando aqui na terra. Eles passam por muitas coisas – guerras, festivais, décadas, e estilos (no caso de Crowley) – juntos. E passam também a gostar muito da Terra, cada um por seus motivos. Aziraphale admira a gastronomia e livros da terra, Crowley gosta da baderna e de seu Bentley, amigo tão inseparável quanto Azira.

Apesar de os seus “superiores” não terem noção nenhuma de que existe um relacionamento entre os dois porque seria mal visto. Um anjo e um demônio juntos? Jamais! Fora que eles nem precisam disfarçar até certo ponto porque de onde alguém tiraria que essa combinação seria possível né?

Fora que Michael Sheen e David Tennant são respectivamente o Azira e o Crowley perfeito e tem tanta sintonia que fica FÁCIL amar os protagonistas de Good Omens. Fora que tem uma cena INTEIRINHA do Crowley/Tennant que é basicamente easter egg de Doctor Who e GRATIDÃO!


A série vem de um livro e a adaptação é feita pelo próprio autor

Good Omens ou Belas Maldições é um livro de Neil Gaiman e Terry Pratchett e graças a todos os seres celestiais, a adaptação de roteiro foi feita pelo próprio Gaiman e ele disse que só decidiu fazer a série porque era um sonho do Pratchett, que faleceu em 2015. Então, apesar de ainda não ter lido de verdade, sei que a adaptação ficou incrível e pelo que fiquei sabendo no Twitter, os finais são diferentes – pra melhor. Sem sofrência para nós pobres leitores!


O Armagedon diferentão

Como eu falei ali em cima, aqui temos os elementos normais de se encontrar em uma história onde o apocalipse é abordado em fantasias, mas considerando que Good Omens é um seriado quase de comédia, as coisas acontecem de uma forma mais exótica.

Tudo começa de um bebê. Temos o anticristo, a missão final é dada a Crowley – que supostamente é o melhor demônio de todos, mas isso eu vou abordar num próximo motivo, wait for it – ele tem que fazer a troca de um dos bebês na maternidade pelo filho do cara lá debaixo. Tá tudo certo e fluindo do jeito correto, mas o bebê anticristo vai parar na família errada rs.

Como Azira e Crowley não querem que o apocalipse aconteça eles decidem se juntar e cuidar para que a criança não se torne má e assim não cumpra as profecias da Agnes Nutter, a bruxa. A profecia fala que no aniversário de 11 dessa criança, ela receberia um cachorro (teoricamente dos infernos) e assim que o nomeasse o Armagedon iniciaria. PORÉM, Azira e Crowley passam essa uma década vigiando a criança errada. E eles se tocam disso no dia do aniversário dele rs Agora eles precisam encontrar Adam Young *o garoto certo*.


O bem e o mal são tão bem definidos assim?

Uma das coisas que eu achei mais interessante é a discussão de o bem e o mal serem tão preto no branco. Um ser é interamente mal ou bom? Uma das frases mais marcantes pra mim é quando Azira e Crowley estão indo atrás da criança e ao entrar no vilarejo onde ele está vivendo e Aziraphale sente amor ali.

Você não tinha uma espada?
Eu a dei (pra Adão e Eva quando eles são expulsos do jardim)

Aziraphale é um anjo, em sua essência ele é todo bondade, amor e obediência, por isso ele é enviado a terra, por fazer seu trabalho perfeitamente; mas você também vê que a sua bondade faz com que ele faça escolhas meio duvidosas para um ser angelial. Assim como Crowley que é considerado o melhor demônio e por isso é o representante na terra, que na verdade não tá fazendo nada, só deixando a humanidade seguir seu curso natural. Sem influenciar ninguém. E não querendo assumir que ele faz escolhas que são boas demais para o ser “do mal” haha.

Se meu pessoal ouvir que eu resgatei um anjo, eu que vou estar em apuros. Fonte

Eu gostei muito disso, todo mundo tem o bem e o mal dentro de si. Inclusive as motivações de Adam Young não são de todo más, mas também não são de todo boas. São apenas… normais e humanas.


Diversidade e crítica social

Nem ia colocar esse ponto aqui, acabei de me lembrar dele porque foi engraçado ver o preconceito e até o modo patriarcal de se enxergar algumas coisas. Nós estamos falando de uma FICÇÃO que usa alguns elementos bíblicos, anjos, demônios, o fim dos tempos, satanás, Deus, Adão e Eva são exemplos.

A voz de Deus em Good Omens é de uma mulher; Adão e Eva são negros, @ anj@ Michael na verdade não é um homem… E acreditem ou não (mas chegamos num ponto que a gente só espera isso mesmo) vieram atrás do NEIL GAIMAN reclamar dessas coisas. RISOS. NUMA SÉRIE DE FANTASIA QUE TEM LIBERDADE PRA FAZER O QUE BEM QUISER porque esse é o ponto da criatividade né? Se fosse pra ver o que vai acontecer mesmo (caso você acredite na mesma coisa que eu) eu ia ler a bíblia.

E a critíca social mais bem feita de todos os tempos é que os Quatro Cavaleiros do Apocalpse são a Guerra (uma ruiva branquela rs), Fome (um negro), Poluição (uma asiática) e Morte. Mas não por serem essas características, mas pelas frases e contextos que eles trazem para a história. Ah! E a parte das bruxas… vou só deixar uma das cenas aqui 🙂

Eu nunca vi um lugar cheio de ricos famintos antes.

Fome em Good Omens
A maioria dos livros de bruxaria vai dizer que elas trabalhavam nuas.
Isso porque a maioria deles foi escrita por homens. Fonte

A série conta com 6 episódios de 50/55 minutos cada deisponível no Amazon Prime. É muito fácil maratonar e entrou na minha lista de favoritas <3. O trailer tá ai pra você conferir.


Um comentário

  • Ellem

    Amei o post Ana! Eu tava pensando se assistia ou não essa série, mas você me convenceu hahah
    E eu acompanhei essa treta no Twitter, pensa numa vergonha alheia kkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *